Design de Moda: o meu curso, dicas + experiências na área

segunda-feira, setembro 01, 2014

Oi margaridas, tudo certo com vocês?

Muitas dúvidas rondam a cabeça de vários estudantes que estão prestes a terminar ou já finalizaram o Ensino Médio. Para alguns aquela dúvida entre dois cursos, outros não se identificam com nada e poucos já sabem com plena certeza qual caminho profissional querem seguir! O último tipo de pessoa era eu, no final do terceiro ano. 

  Mesmo com essa certeza na cabeça tive muitas dúvidas, que infelizmente, por falta de conhecimento ou ter contato de pessoas que trabalham no ramo, não esclareci. Por sorte, tomei várias decisões no escuro certas. Mas ainda sim é complicado tomar decisões tão importantes no duni duni tê, não é? Por isso vim falar sobre meu curso, algumas dicas e experiências que tive na área para você que quer cursar Design de Moda! O post ficou um pouco grande mas espero que atenda a maioria das principais dúvidas!



 Minha certeza do curso que queria seguir surgiu no primeiro ano do ensino médio. Por sorte, minha mãe sempre me apoiou e também não me pressionou a passar em um vestibular em uma federal. Foram essas duas coisas que me ajudaram a relaxar um pouco nessa fase tão crítica.


COMO DESCOBRI/SENTI QUE ESSA ERA MINHA VOCAÇÃO? 


  Antes de começar a faculdade para valer fiz dois cursos livres com o intuito de perceber como é estudar essa área: Produção de Moda e Técnicas de Costura e Acabamento no Senac. Foram duas propostas bem distintas uma da outra justamente para perceber qual delas eu gostava mais.
   O primeiro já tem um pouco é mais ligado à área de criação e o segundo é mais industrial e prático. Assim que terminei ambos vi que gostei dos dois, isso já me deu um ânimo e percebi que estava no caminho certo. Depois senti que meu coração batia mais forte com a palavra: criação. Esse entendimento foi essencial para fazer a escolha faculdade da minha faculdade.



 MEU CRITÉRIO PARA ESCOLHA DA UNIVERSIDADE

  Com o foco ainda na a área de criação, procurei uma universidade que tivesse uma grade com bastante matérias relacionadas a essa área de atuação mas que também abrangesse outras vertentes um pouco diferentes. Na minha opinião, saber um pouco de tudo ajuda você a ter uma visão mais ampla de todo o estudo e processo.
  Finalmente encontrei a Belas Artes, uma faculdade que tem uma certa tradição especialmente na graduação de Design de Moda.
  No início, quando a escolhi onde iria estudar, levava muito em conta o nome da faculdade, entretanto mudei radicalmente de opinião. Vou te dar uma dica, que na verdade, serve para qualquer profissão: ser uma pessoa de sucesso depende única e exclusivamente de você, não o nome de uma universidade no seu currículo e diploma! Tem gente que paga uma fortuna para estudar na melhor faculdade do país (ou até do exterior) mas não se dedica e ama de verdade a área e não consegue arranjar um emprego. Do que adianta? Portanto se você não tiver condições em estudar em um lugar top não se sinta inferiorizada, simplesmente vá a luta!

VALORES/CUSTO DA FACULDADE DE DESIGN DE MODA


  Esse é um papo bem complicado, principalmente quando a família não aprova o curso que você ama e escolheu para si. Porque infelizmente, faculdade de moda é tudo, menos barata. Essa é a realidade. Se você conseguir economizar na mensalidade com uma bolsa, ProUni ou FIES, terá que desembolsar mais dinheiro na compra de materiais. Portanto esteja ciente que durante esses 4 anos haverá bastante gastos.
  Se não houver jeito de pagar, também há a possibilidade de prestar vestibular para universidades federais que possuem o curso, mas que geralmente, são fora de São Paulo. Você pode conferir a lista completa aqui, no Guia do Estudante.
  Eu optei cursar aqui em São Paulo porque ela é um dos pontos principais de desfiles nacionais e oferta de cursos. No meu ponto de vista, sair da capital, que é onde há maiores oportunidades e possibilidades de atuação, não compensa. Mas como disse, é apenas meu ponto de vista.

TENHO QUE SABER DESENHAR?


  É uma pergunta que pode parecer bem boba mas preocupa vários novatos antes de começar a faculdade. Por isso te respondo: não, não precisa se preocupar nem um pouquinho com isso! Não precisa saber costurar, desenhar, modelar nem relacionado ao curso. 
  Muitas pessoas da minha sala começaram sem nunca ter feito nenhum curso de desenho ou noções técnicas e todos conseguiram perceber sua evolução durante as aulas. Sabe aquele clichê de diz a prática leva à perfeição? É exatamente isso! Portanto a dica é treinar bastante! 
  Caso você tenha um bloqueio para desenhar ou simplesmente não é aquela paixão, pode ficar tranquila. Afinal de contas, não é só de desenhos que vive a faculdade de moda!


ÁREAS DE ATUAÇÃO DO DESIGNER DE MODA

  Outra coisa bem comum de se escutar de pessoas leigas, que não entendem do curso, é achar que estudar moda é sinônimo de ser apenas estilista ou costureira. Por favor, se você tem esse pré-conceito retire agora! Há várias áreas de atuação bem diferentes e inusitadas que você pode escolher seguir. Você vai sentindo conforme o tempo o que te agrada mais, isso é uma questão de tempo.   Para ajudar vocês a enxergarem melhor esse leque de oportunidades, coloquei uma imagem bem bacana que mostra as diversos nichos da moda.




MINHAS EXPERIÊNCIAS PRÁTICAS E PROFISSIONAIS NA ÁREA


  Meu primeiro estágio foi como assistente de produto. Não sabia nada! Nem diferenciar uma viscose de algodão hahaha tive bastante sorte por me contratarem no primeiro ano sem ter nenhum tipo de experiência. Sim, parece meio absurdo querer uma estagiária que já conheça as funções, mas infelizmente é isso que esse mercado procura em você, esteja ciente disso.
   Portanto se sua praia também for a área de criação, recomendo que você faça curso de Photoshop, Corel Draw e Illustrator. Saber usar esses softwares é uma das exigências mais pedidas das empresas que contratam para vagas como assistente/auxiliar de estilo.
  Tive bastante dificuldade em conseguir estágio na área por causa desse trio do mal. Depois de alguns meses trabalhando, tive a oportunidade de fazer o curso de Corel Draw e ele abriu muito os meus olhos para o ramo, e principalmente, me fez amar mais ainda criação!



ONDE PROCURAR EMPREGO/ESTÁGIO NA ÁREA?

  Convido você a entrar no site Carreira Fashion e ir vasculhando sem compromisso as vagas do seu interesse e quais são as qualificações mais citadas. Foi lá que eu consegui meu primeiro estágio, que me rendeu uma efetivação na mesma empresa! É um o único site com ofertas de trabalhos específicos para profissionais de moda. A única coisinha chatinha nele é que é pago )':
  Entretanto se não tiver condições vale a pena participar de grupos de empregos no Facebook. Os que conheço e mais acesso são: Jobs de Moda, Estágios e vagas têxtil e SOS Modas - vagas.

NÃO SEI QUE ÁREA DE MODA TRABALHAR, E AGORA?


  "Dani, não sei em qual ramo que eu quero trabalhar! Preciso saber disso agora?". Na minha opinião, a única coisa que eu acho importante é você descobrir se gosta mais da parte de confecção/modelagem ou criação/estilismo. Fora isso, tá tranquilo! Eu mesma não decidi com cem por cento de certeza o ramo que eu quero trabalhar. A única coisa que sei é que pendo mais para o lado da criação que estão relacionadas a estilismo, estamparia e pesquisa de tendências, que são os nichos que mais gosto!


MODA NÃO É SÓ GLAMOUR!


  Alerto que tem muitas pessoas que começam o curso com uma ideia bem distorcida da área. Que para cursar moda basta se vestir bem e que vai ganhar rios de dinheiro. Miga, para que tá feio. Não gaste seu dinheiro se você tem essa ideia.
  Toda profissão (sem exceções) exige comprometimento, dedicação e estudo! Você fará muitas pesquisas, fará constantes leituras e principalmente muitos trabalhos práticos, que na maioria das vezes, você terá que fazer no final de semana, no seu tempo de lazer. Para isso é preciso amar o que você faz, porque o curso exige muito de você.
  O glamour e dinheiro só virá depois de um tempo e com muito suor. A área é bem concorrida sim, por isso é necessário dar o máximo de si para encarar e ter uma boa colação no mercado.


  Espero que essa postagem tenha sido útil para quem vai seguir  ou está na mesma jornada que eu! Caso você tenha alguma dúvida específica que não foi citada aqui sinta-se a vontade para perguntar. Deixem seus pitacos e dúvidas nos comentários.






Já viu estes aqui?

0 comentários

Instagram